MCA8 - Série Morangos com Açúcar 8
Morangos com Açúcar 8 - Série MCA8 Agarra o Teu Futuro
03
Out 10

É num ginásio improvisado que o cantor ensaia o elenco da série juvenil da TVI. São mais de 30 actores e 18 coreografias todas as semanas.

 

“A equipa dos Morangos faz milagres”. E desta forma que Vítor Fonseca, mais conhecido como Cifrão, resume o trabalho da equipa da série juvenil da TVI que já soma oito temporadas repletas de sucesso. Agora, está de volta ao pequeno ecrã, com um grupo de novos actores e uma história que já prende pequenos e graúdos ao sofá. Ou melhor, desta vez, o difícil será manter-se quieto em frente à televisão, já que este projecto aposta forte no formato musical.
Uma aposta que cativa o elenco e o público, segundo reconhece à TV Guia Cifrão “Acho fenomenal podermos juntar as três coisas: dança, canto e representação. É divinal, muito bonito e o público também aprova este novo formato”, gaba o autor das coreografias que sublinha a dificuldade do trabalho. “É preciso dizer que é muito difícil de fazer. É um trabalho diário. Faço 15 a 18 coreografias por semana, é muita fruta. Depois ainda há as cenas de canto…” . São cerca de 30 actores, todos
diferentes. “Há uns que se safam melhor numas áreas, outros noutras e nós desenrascamos-nos e criamos as coreografias do zero”, explica.

“Pró” Palco!
A prova de fogo do novo elenco dos Morangos com Açúcar aconteceu na gala da TVI, Somos Portugal. Os actores estrearam-se em grande, no palco do Coliseu de Lisboa Os nervos estavam à flor da pele, mas os jovens camuflaram a ansiedade como verdadeiros artistas. Uma experiência a repetir para satisfazer os fãs.

A ajuda da namorada
Entre uma dança e outra, Cifrão pára a música para revelar à TV Guia alguns dos segredos dos bastidores. “O processo de criação é muito rápido, mesmo porque não há tempo… Costumamos olhar para as cenas, ouvimos as músicas escolhidas e sentamos-nos a fazer uma primeira abordagem. Depois falamos com o director de projecto, o Hugo, e com as outras partes criativas, da roupa e maquilhagem, para perceber o que eles querem fazer. A partir daí cria-se a coreografia”. Um processo artístico que Cifrão partilha com a namorada, Noua, que faz parte do elenco da VIII edição dos Morangos com Açúcar.
E num pequeno ginásio improvisado nos estúdios da Plural onde tudo começa Depois, os dois coreógrafos marcam os ensaios com os actores. E é nesta altura que a animação nasce. O professor Cifrão dá nota positiva aos novos protagonistas da série, David Carreira e Gabriela Barros. “São os dois muito atentos e esforçados. Têm um ponto muito positivo que é apanharem a ideia da coreografia logo à primeira.”
O novo galã da TVI já reconheceu que não se considera um bailarino e até confidenciou que a dança é o seu ponto fraco. Porém, disfarça bem e tem dado cartas sempre que entra em acção. “O David é um paz de alma, é uma grande pessoa e safa-se bem! Não é um super bailarino, mas ele vai lá! Tem capacidade de aprendizagem, tal como a Gabriela”, orgulha-se o mestre que, segundo refere, adapta as coreografias às características de cada um.

São os dois muito atentos e esforçados [sobre os protagonistas]

David, o Elvis da TVI
“O estilo do David é mais rock. Ele safa-se bem no papel de Elvis, tem muito de John Travolta” compara Vítor Fonseca.
Uma opinião partilhada pelo jovem actor que, no entanto, raramente ouve este estilo de música, apesar de gostar de rock. “Acho que este registo resulta melhor comigo, tanto no canto como na dança”, diz o filho do meio de Tony Carreira que tem o privilégio de ensaiar as canções com o cantor mais famoso de Portugal: o seu papá.

publicado por me às 16:16
02
Out 10

Marta e Lourenço

João Lagarto, na pele do corrupto Carneiro Seixas, tenta convencer a família de que o melhor para Lourenço é casar e constituir família com Marta

Daqui a algum tempo, quando o namoro de Lourenço com Marta for uma realidade, os pais de Lourenço vão querer conhecer a namorada do filho.

 

Eles vão estar ansiosos por conhecer Marta, a namorado do filho. Lourenço convidou-a para jantar em sua casa, mas nenhum deles estava a contar com as presenças de Rosana e Andreia. As duas amigas aparecem de surpresa como o objectivo de arruinarem a festa.

Feitas as apresentações, Joana elogia a beleza de Marta e fica a simpatizar muito com ela. Já o presidente da União tem outras preocupações em mente. Carneiro Seixas não concorda com o namoro de Lourenço e Marta e só vê uma solução : oficializar a relação e marcar a data do casamento. Esta idea cai que nem uma bomba, antes do jantar. Os dois jovens ficam chocados e Joana nem quer acreditar no que o ex-marido está a tentar fazer ao filho. Carneiro Seixas procura justificar-se, alegando que, como acontece com a maioria dos futebolistas, Lourenço tem de se casar cedo e construir uma família.

O presidente da União sonha ter muitos netos e dispõe-se até oferecer um apartamento ao casal. Lourenço e Marta ficam sem saber o que dizer e Rosana decide abandonar a festa mais cedo, pois não gosta do rumo da conversa.

 

 

Marta e Lourenço
publicado por me às 17:12
02
Out 10

Uma tem 20 e a outra 15 anos, mas não é a diferença de idades que faz com que as irmãs não partilhem os mesmos objectivos de vida.

Mafalda Tavares


Como está a ser esta experiência em Morangos com Açúcar - Agarra o Teu Futuro?
Mafalda Tavares - Está a ser fantástica. Não há palavras, uma experiência completamente diferente.

Já tinha feito alguma coisa na área da representação?
Mafalda Tavares - Já tinha feito teatro com o Filipe La Féria. Televisão é muito diferente. Perguntam-me muitas vezes o que é que eu prefiro e eu digo que não sei. Ainda não dá para definir, mas estou apaixonada. Gosto muito deste mundo.

Revê-se na personagem que interpreta na série juvenil da TVI?
Mafalda Tavares - A Patrícia Silveira vem do circo e, acima de tudo, é muito feliz. Identifico-me com ela no lado feliz da vida. Saí do Chapitô, onde também estudei arte circense e, agora, vim para os Morangos.

Como foi a mudança de Amarante para Lisboa?
Mafalda Tavares - Essa mudança já foi o ano passado, quando vim para o Chapitô e para participar em A Gaiola das Loucas. Nessa altura, surgiu a oportunidade de fazer o workshop da Plural. Fiz, fiquei e estou aqui… Vim ter com a mana (risos). Está a ser giríssimo. Nunca tínhamos contracenado. Damos-nos muito bem dentro e fora do plateau. E é giro, porque não podemos mostrar que somos irmãs na vida real.

Como é que a mana se está a portar?
Cátia Tavares - Muito bem! Está a ser um orgulho, mais uma vez, porque sempre fomos as maiores críticas uma da outra. Se os meus país forem ver uma estreia minha, fico calmíssima, mas se sei que a Mafalda está na plateia o caso muda de figura. Fico muito nervosa. Ela faz críticas construtivas. Agora, estamos a ajudar-nos mutuamente.
Mafalda Tavares - Ainda estou a ambientar-me e como a Cátia está a fazer a série há um ano… ajuda-me muito.
Cátia Tavares - É óptimo podermos estudar as cenas Juntas. em casa. Temos o texto muito bem estudado quando chegamos ao plateau (risos).

Qual foi a reacção da Mafalda quando soube que vinha para os Morangos Com Açúcar - Agarra o Teu Futuro?
Mafalda Tavares - Pensei: “Vou trabalhar com a minha irmã”, que para mim é muito especial.

Cátia Tavares

Cátia Tavares - Na verdade, já dividimos o mesmo papel, mas sem contracenarmos. Nunca tivemos um desafio tão grande como este, que é não sermos irmãs e termos de partilhar o mesmo espaço. Está a ser maravilhoso. Nunca pensei que me pudesse dar tanto prazer representar com uma pessoa tão importante e especial, como ela. Somos as melhores amigas e sabemos, sem dúvida, tudo uma da outra.

E como é para os vossos pais terem duas filhas que são hoje em dia “moranguitas”?
Cátia Tavares - É graças a eles que nós estamos aqui. Cada degrauzinho que subimos é graças aos nossos pais. Eles dão-nos todo o apoio. A nossa mãe mudou-se para Lisboa e alterou toda a sua vida para poder acompanhar a Mafalda. Ela precisa de um acompanhamento diferente, por ser mais nova. O nosso pai vem cá sempre que pode. Se não fosse a nossa estrutura familiar, isto não era possível. Se não tivéssemos o apoio daqueles que gostamos, não estaríamos tão felizes e a aproveitar as coisas da maneira que estamos.

Mafalda, onde é que ficou a escola no meio deste grande desafio, com gravações constantes?
Mafalda Tavares - Acabei o 10.° ano e agora congelei a matrícula, para poder dar-lhe seguimento no próximo ano lectivo. Prefiro aproveitar este momento e viver agora tudo isto e, depois, quando acabar, regressar à escola, porque também sei que é importante. Podia fazer as duas coisas mal, mas assim faço urna bem e depois a outra mais tarde, também bem. Sempre com o apoio dos pais…

Prefiro aproveitar este momento e viver agora tudo isto e, depois, quando acabar, regressar à escola, porque também sei que é importante. Podia fazer as duas coisas mal, mas assim faço urna bem e depois a outra mais tarde, também bem. Sempre com o apoio dos pais…
Cátia Tavares - Com o apoio e com a consciência de que eles nos estão sempre a apoiar. Não nos deixam tirar os pés da terra. Temos sempre ali duas pessoas que nos aconselham. Temos de agradecer pela educação que nos dão. São os nossos ídolos!

E tencionam estudar algum dia fora do País, algo que está na moda entre alguns actores nacionais?
Mafalda Tavares - Eu tenho medo de ir sozinha (risos). Ainda havemos de ir as duas. Quero ser como a minha irmã. Mesmo quando era pequenina, dizia que queria ser assim, como ela é.
Cátia Tavares - Mas hoje ela é mil vezes melhor do que eu era…
Mafalda Tavares - Nada disso. Até parece. Há, sem dúvida, o sonho de estudarmos teatro musical. O palco para nós é inexplicável. Eu não me sinto quando É estou num palco.

Revista TV 7 Dias

publicado por me às 16:40
02
Out 10

Fernando Sobral
Opinião de Fernando Sobral: "Morangos com Açúcar fazem os jovens sonhar"

 

O tema não se esgota porque a juventude é eterna. ‘Morangos com Açúcar’ está de volta e promete não sair tão cedo de cena. É uma fórmula que conquista os adolescentes e, ao mesmo tempo, é uma escola de actores

Qual é o segredo da longevidade de ‘Morangos com Açúcar'? O mistério é capaz de ser muito simples: perceber, a cada momento, as mudanças de comportamento dos jovens portugueses e tentá-los com novas modas como se realidade e ficção vivessem na mesma casa.

A fórmula tem sido, ao longo dos anos, um verdadeiro sucesso e é difícil acreditar que o filão se esgote tão depressa. Quem tem a ganhar com isto é a TVI, que tem nesta novela uma verdadeira escola de actores de onde os mais capazes são promovidos ao escalão principal. É certo que ‘Morangos com Açúcar' mudou com o tempo. No início era uma novela mais radical, que tocava temas que mereciam reflexão. Hoje é mais ligeira.

A fragilidade da juventude (onde tudo é fácil, bonito e alegre - exceptuando os dilemas amorosos) tem aqui um retrato que acaba por ser o espelho do discurso dos jovens de hoje. É talvez por isso que os mais velhos têm dificuldade em perceber o encanto frágil de ‘Morangos com Açúcar'. Os jovens dizem frases banais, contentam-se com a beleza dos corpos, com os ciúmes, as paixões e as traições que criam dramas enormes para quem sente que o futuro é hoje.

‘Morangos com Açúcar' consegue fazer com os mais jovens aquilo que outrora as novelas da noite faziam com os espectadores mais velhos: fazem-nos sonhar. Todos sentem que a vida também pode ser assim, feita de coisas que parecem vazias de sentido e de conteúdo. ‘Morangos com Açúcar' é hoje um longo videoclipe feito de emoções fáceis e de beleza. E isso hipnotiza os nossos jovens. Fala a sua linguagem. Reflecte os seus sonhos. E, claro, influencia-os nas suas decisões diárias. Muita da moda que vemos nos adolescentes de hoje está ali retratada. Não é por acaso que ‘Morangos com Açúcar' se manteve à tona de água durante tantos anos e criou tantos actores de televisão. Esse foi indiscutivelmente um dos seus maiores méritos. Ou melhor, continua a sê-lo.

Fonte: Correio da Manhã, opinião Fernando Sobral

 

Fernando Sobral iniciou-se no jornalismo no “DN/Jovem” do Diário de Notícias, tendo trabalhado em outros órgãos de comunicação social, como o Semanário, O Independente e Diário Económico. Foi chefe de redacção do Se7e. É jornalista do Jornal de Negócios e colaborador do Correio da Manhã e da Sábado. É autor dos livros Na Pista da Dança e Torre de Papel e co-autor de Barings, a História do Banco Britâncio que Salvou Portugal.

publicado por me às 09:54
24
Set 10

Quem é Quem nos Morangos com Açúcar Agarra o Teu Futuro - Série MCA8

Marta Cortês

Marta frequenta o 12º ano e revelar-se uma das alunas mais completas deste ano. É irmã de Cláudia e Andreia. Adora dançar e, quando era pequena, os momentos em que dançava eram os mais felizes. Mais tarde percebeu o seu talento para o canto e desenvolveu-o. Hoje em dia canta e dança sempre que tem oportunidade. Os seus pais são reformados e em breve partirão numa viagem pelo mundo, o que fará com que Marta tenha de aprender a viver numa nova realidade. Apesar de saber que a sua irmã Andreia a tem como rival, sempre gostou dela, a protegeu e apoiou, dado a proximidade de idades. E sempre encarou com muita condescendência as suas acusações, Apesar de impor limites a si mesma neste assunto. É muito carismática, simpática e dedicada. Entrega-se a todas as tarefas artísticas com o mesmo interesse, acredita que tem sempre algo a aprender. Por este motivo desperta facilmente invejas, nomeadamente por parte da irmã Andreia. Por ter uma personalidade forte, Marta tentará ultrapassar os obstáculos que se lhe depararão. Dá-se muito bem com a irmã Cláudia e são muito chegadas. Acredita no amor verdadeiro e despreza as relações passageiras. Vai encontrar em Inês uma boa amiga.



 

Lourenço Carneiro Seixas

Lourenço frequenta o 12º ano. É muito activo, persistente, lutador e tem uma personalidade forte. É o principal ponta de lança da equipa de futebol de juniores do clube do pai. Até agora é jogador só para agradar o pai. Gosta de futebol, mas o que ele quer mesmo é dançar Hip Hop. Leva o sonho muito a sério, por isso decide largar o futebol de vez por ter medo de se lesionar, mesmo contra a vontade do pai. Lourenço gosta do pai e admira-o, mas vai chocar muitas vezes com ele. Os seus pais são separados, mas mantêm uma relação cordial. A mãe está sempre em contacto com ele e visita-o sempre que pode. Lourenço gosta muito dos pais, mas não gosta que interfiram na sua vida. Como gosta de atingir os objectivos e concretizar os sonhos por mérito próprio, entra muitas vezes em conflito com o pai, pois este gosta de usar os bons contactos que tem para facilitar a vida do filho. Lourenço não gosta de ser protegido nem beneficiado e não entra em nada para perder. É muito aplicado na dança e vai revelar-se um excelente bailarino.Pedro é o seu melhor amigo, na vida e na equipa de futebol.


 

Jorge Cunha

Tem o 12º ano e um emprego de sonho, pelo menos, para ele. Trabalha numa loja de CD`s e DVD`s e, principalmente discos (Vinyl) em segunda mão. Jorge é um aficionado de música dos anos 50,60, e 70. Considera que a música feita nas seguintes décadas é de consumo "fast food". Pelo facto de trabalhar na loja, tem o sítio perfeito para expor todo o seu conhecimento e cultura musical, e "criticar" todos os outros. É um profundo conhecedor de música, mas domina os géneros que considera válidos. Sobre esta matéria é capaz de falar de tudo. Cresceu num ambiente familiar caótico, por isso isolou-se e criou um universo só seu, onde a música dita as regras e o ritmo da sua vida. Na loja, por vezes, recusa-se a vender porque considera que o cliente não vai apreciar o produto devidamente.


 

Félix Barroso

Terminou o Conservatório com distinção, em formação Musical e é professor de canto e música. Vai organizar ateliês de instrumentos na escola. Vem de uma família de formação clássica e musical. No passado, a sua noiva (cantora lírica) acabou o namoro, alegando que se queria dedicar à música a 100%. Mais tarde, Félix sofre o desgosto da sua vida ao chegar a uma missa onde iria tocar e deparar-se com a sua ex-namorada, que era a noiva! Desde aí Félix nunca mais confiou no amor. Adora tudo o que se relaciona com música e é muito culto em termos musicais. Frequenta todos os concertos, que para ele são uma prioridade. Muitas vezes chega ao fim do mês sem dinheiro por causa disso. É um homem correcto, simples, despreocupado e desorganizado. Ele vê-se como um homem feliz e realizado, não assume que tem mágoas do passado. Os outros vêem-no quase como um bicho-do-mato, um homem simpático para todos mas que no fundo é um solitário, um lírico que vive noutro mundo. Os alunos não o compreendem, acham que ele é "fora", apesar de "até ser fixe".


 

Zé Milho

Terminou o 12º ano e foi para Londres e Nova Iorque fazer cursos de Hip Hop e outras modalidades de dança (nomeadamente contemporânea). Actualmente é professor de dança. Vem de uma família de classe média-baixa e sempre gostou de música. O pai, empregado de mesa num hotel da linha e a mãe, funcionária numa agência de viagens, esforçaram-se por lhe dar tudo o que ele precisava. Zé Milho também nunca pediu muito. Para ele, desde que o deixem tocar está tudo bem¿ A banda D`ZRT acabou e Zé Milho continuou a sua carreira a solo enquanto dançarino/bailarino. A dança continua a ser a sua grande prioridade de vida. É muito "boa onda" para toda a gente. Todos gostam dele talvez porque apesar dos seus inúmeros talentos (dança, música...), é um homem humilde. Preocupa-se com os outros e acredita que só através do trabalho é que se alcançam bons resultados. Incentiva os alunos a seguirem os seus sonhos. É um elemento apaziguador. Sempre que surgem conflitos quer entre os alunos, quer na sala de professores, Zé Milho concilia as hostes.


 

Professor Ricardo Pires

É Licenciado em Matemática e lecciona Matemática na Escola D. Sebastião. Cresceu no seio de uma família de classe média alta. Sempre teve tudo o que quis, menos aceitação por parte de colegas eamigos, devido à sua aparência quando era adolescente. Foi crescendo isolado de tudo e todos e refugiava-se em jogos de computador e livros. Mais tarde a internet (os jogos online) tornaram-se o seuvício e a sua única vida para além da profissão. Teve um grande amor por uma colega de faculdade, mas desde então nunca mais teve nenhuma relação séria. Dorme cerca de três horas por dia, o que começa a prejudicar cada vez mais a sua vida profissional. Apenas o gosto que tem por ensinar faz com que mantenha a força suficiente para continuar a dar aulas, visto que tem algum dinheiro de família e não precisa propriamente do trabalho para sobreviver. É uma pessoa afável e é visto por grande parte dos alunos como um irmão mais velho, sempre com um bom conselho para dar. Como tem uma vida privada quase vazia, tem dificuldades em aproximar-se das mulheres. O vício da Internet fez com que Ricardo perdesse quase todos os seus amigos, que se foram afastando progressivamente. Os alunos da D. Sebastião acabam por ser os seus únicos amigos.


 

Directora Linda Porfírio

Licenciada em Filosofia, é a directora da D. Sebastião. Andou num colégio interno onde era muito reprimida. Foi colocada no Ministério da Educação num cargo administrativo e agora foi destacada contra a sua vontade, para o cargo de directora da D. Sebastião. Sente que é desprestigiante e está frustrada por ter de voltar a lidar com jovens e crianças. É casada mas não tem filhos porque não gosta de crianças. Adora revistas cor-de-rosa e de fofoca. O seu actual projecto é alcançar os melhores resultados na escola, não por altruísmo e brio profissional, mas para poder voltar ao Ministério da Educação. É egoísta e, acima de tudo, calculista e cínica. Os alunos odeiam-na.


 

Professora Ângela Trindade

Licenciou-se em História de artes/Estudos artísticos mas o seu sonho sempre foi seguir uma carreira musical. Adora tudo o que se relaciona com música e dança. Foi educada numa família conservadora que a impediu de seguir o seu grande sonho. Como tal, escolheu um curso relacionado com Arte, a sua grande paixão. O facto de ter reprimido o seu talento, faz com que seja uma mulher frustrada e azeda para com os que a rodeiam, usando muitas vezes o sarcasmo e a intolerância para com os seus alunos. Invejosa em relação aos alunos e a todos os artistas de sucesso, não se coíbe de usar métodos menos próprios para impedir os seus alunos de atingirem o sucesso. Leccionar na D. Sebastião é ao mesmo tempo um sonho e um pesadelo. Sonho porque pode falar do que realmente gosta mas um pesadelo porque lida com jovens artistas que estão a caminho de ser o que ela sempre desejou ser.


 

Clara Oliveira

Frequenta o 11º ano da D. Sebastião. Tem paixão pelo teatro e quer ser actriz. Dá-se mal com o pai que nunca está em casa e quando está implica com ela. É a comida que não tem sal, é o decote que é grande, é a representação que só serve para dar nas vistas, etc. Clara odeia estas críticas porque acha-as profundamente infundadas. Para Clara, o pai só sabe criticar, não sabe instruir. Por outro lado, Clara é muito amiga da mãe, mas não gosta de estar na mercearia, prefere ajudá-la em casa. Dá-se muito bem com os irmãos, admira Rui e adora Rosa. Para além de prática, activa, interessada e interessante, Clara também é bastante persistente nas suas convicções.


 

Simara Santos

É especialista em danças africanas. Tem paixão pela cultura africana, o que se reflecte nas roupas e adereços que usa. Vive num prédio em que os vizinhos se dão todos bem e com quem tem amizades desde pequena. As vizinhas com que mais se dá são africanas e desde cedo que se viu influenciada pelo seu estilo de vida cultural e social. Veio dessa relação a paixão pela música africana, e Simara é exímia na dança Kizomba. Animada, dá-se bem com toda a gente. É calorosa, despreocupada e sem complexos.


 

 

Filipe Dinis

Entra no 10º ano da Escola D. Sebastião e quer ser bailarino. Vive com a Avó Alda e com o irmão João Pedro. Quando os pais se separaram, Filipe, tal como o irmão João Pedro escolheu viver com a avó Alda. Os pais sempre lhe deram tudo, menos a atenção devida e por isso Filipe apegou-se mais à avó do que aos próprios pais. Tem pena que estes não o visitem mais vezes, mas já está habituado. A avó Alda sempre o incentivou às actividades mais radicais e muitas vezes até o acompanha em passeios de bicicleta por caminhos mais complicados da cidade. Adora dançar com o seu grupo de amigos e quer fazer disso a sua vida. É sociável e mais meigo e simpático do que o irmão. Ao contrário deste, acredita nas relações amorosas e sonha encontrar a rapariga dos seus sonhos. É muito protector e defensor de Alda e está sempre preocupado com a avó.


 

 

Leonardo Pimenta (Leo)

Terminou o 11º ano, mas não faz grande questão de continuar os estudos. É por mero acaso que entra na escola D. Sebastião, visto que o júri fica impressionado com os seus dotes de baterista (na audição de RUI) e propõem que ele também seja aluno da escola. Toca bateria sempre que pode. Oriundo de uma família de classe baixa, é vizinho de Rui e de Flash, os seus melhores amigos. Tal como eles também cresceu com dificuldades e no meio de um bairro onde é preciso crescer depressa. Se não podes vencê-los junta-te a eles, e foi o que Leo fez, ao ter de ser amigo dos jovens delinquentes do bairro, para não ser ele próprio uma vítima. Nunca tem dinheiro nos bolsos e o pouco que ganha é quando toca bateria em bares e festas. Adora miúdas bonitas, mas a sua falta de delicadeza e jeito na arte da sedução, fazem com que ande sempre solteiro. É o mais distraído e relaxado dos três amigos. Costuma enrolar-se em situações cómicas, involuntariamente, mas acaba por sair quase sempre por cima. Com a entrada na D. Sebastião, Leo vai perceber que pode aprofundar ainda mais o seu talento musical. Mas para isso vai ter de contrariar a sua natureza selvagem e submeter-se a horários.


 

Mariana Coelho

Entrou para o 11º ano da D. Sebastião. Cresceu no seio de uma família de classe muito alta mas nunca se identificou com esse estilo de vida e por isso quando era mais nova fugiu de casa com um namorado. Juntaram-se à comunidade punk e viajaram por toda a Europa. Mariana ganhava dinheiro a fazer malabarismo na rua. Depois de passar um ano a viver assim, decidiu regressar e continuar os estudos. Quer aprofundar os seus conhecimentos de música e ser uma grande guitarrista. Para conseguir voltar à vida de estudante, Mariana trabalhou em cafés e discotecas juntando assim algum dinheiro, que lhe permite comprar material escolar e pagar o quarto a Papoila. É muito simpática e sociável, embora vista pelos outros como "alucinada" devido aos hábitos que adquiriu a viver na rua. Mariana não tem tabus nem limites, quer aproveitar a vida ao máximo.


 

Maria da Conceição (Papoila)

Terminou o curso de Audiovisuais na área de Som. É DJ residente da "Garagem". Oriunda de uma família de classe média. Papoila sempre mostrou interesse pelo audiovisual desde muito nova e a sua família apoiou-a durante o seu percurso académico. Papoila sempre quis ser independente e mesmo enquanto estudava, arranjava biscates para não depender financeiramente dos seus pais. Teve algumas desilusões amorosas o que a marcou e a fez ser mais céptica em relação a namoros. Adora tudo o que se relaciona com música e cinema. Arrendou um apartamento e vai subarrendar a alunos da D. Sebastião. É simpática, amiga, e boa companheira. Está sempre rodeada de amigos e é frequente ajudá-los quando têm problemas. Sabe que o seu charme provém do seu interior e não da sua aparência, sabendo usar isso como ninguém.


 

Luís Amaral

Luís foi modelo quando era mais novo e teve sucesso como modelo fotográfico. Agora trabalha numa loja de conveniência. É o irmão mais novo do professor Félix com quem tem uma boa relação. É charmoso e veste-se com estilo. Chama a atenção das raparigas por ser um rapaz interessante e divertido. Vai cruzar-se com Papoila e apaixonar-se perdidamente por ela. Jorge será um grande entrave a esta relação mas Luís lutará ao máximo para ter a mulher que ama ao seu lado.


 

Professora Alexandra Freitas

É professora de teatro e uma mulher que dá nas vistas. Sensual, cheia de carisma e com um forte sentido maternal, desperta facilmente o interesse dos alunos, principalmente dos rapazes. No passado foi "acusada" de algo que não fez. Por isso, criou uma parede à sua volta e nas aulas é muito rígida e exigente. Obriga os alunos a trabalharem muito, não deixando sequer margem para um suspiro.


 

Rosana Salgado

Rosana frequenta o 12º ano. Sabe arranjar-se e maquilhar-se como ninguém e, sempre que entra em qualquer sítio, chama inevitavelmente a atenção. É super fashion e a maior parte das colegas admira o seu estilo. Sabe combinar as peças de roupa de forma a fazer um conjunto original e adequado. Rosana passa a vida a mentir com o intuito de impressionar os colegas. Diz-se muito experiente, já trabalhou num musical, e tem a mania que é uma excelente actriz. E é mesmo, chega a ser brilhante, ao ponto de ser credível em tudo o que inventa. A sua criatividade ultrapassa a própria realidade e passa para o mundo virtual. Rosana é viciada numa rede social - Peoplesbook. Foi lá que conheceu Pedro. Inventou muitas mentiras e deixou-o completamente fascinado, ao ponto de o levar a inscrever-se na D. Sebastião. É convencida, egoísta e mal formada. E vai fazer a vida negra a Marta, porque esta vai namorar com Lourenço e Rosana quer Lourenço para si.


 

Anabela Capelo

Anabela frequenta o 11º ano e sempre teve o desejo de ser cantora. Teve conhecimento da D. Sebastião e resolveu tentar a sua sorte. Entrou e é repetente do 11º ano. Dona de uma voz poderosa, cala toda a gente quando começa a cantar. Todos a elogiam e Anabela vai coleccionando cada vez mais fãs e amigos no "Peoplesbook". Rosana odeia-a por isso e tenta deitá-la abaixo com "golpes baixos", humilhando-a devido ao seu aspecto físico. É que Anabela é gordinha. Só se liberta completamente através da música. Durante o seu percurso vai aprender a ser mais confiante e a ultrapassar os complexos e as frustrações. Como é irmã de Sara, gosta de olhar por ela. Não é uma tarefa fácil porque Sara nem sempre colabora e foge, para poder fazer os seus disparates à vontade. A relação entre Anabela e a irmã nem sempre é pacífica, mas Anabela adora-a. O seu objectivo é continuar a evoluir como cantora. Proteger e cuidar da irmã e preservá-la aos olhos dos colegas e dos professores.


 

Patrícia Silveira

Patrícia frequenta o 10º ano. É jovial, trabalhadora, optimista, alegre e talentosa. Orgulha-se do trabalho dos pais, que são artistas circenses, e do que aprendeu no circo, mas quer ser cantora de teatro musical. Por isso, no início do ano lectivo, com o consentimento e apoio dos pais, entrou para a D. Sebastião. Vive desde então em casa da Dona Amélia, uma ex-domadora de caniches, uma senhora muito idosa, que Patrícia adora como se fosse a sua própria avó O seu estilo é exuberante e é patente, no trato, no vestuário e no estilo artístico, que viveu e tem no sangue o mundo do circo. Obstinada e lutadora, segura de si e independente, não rejeita nenhum desafio e será presença constante em castings e talent shows. Costuma ouvir elogios mas não se deixa deslumbrar com eles, tem coração puro.



 

Violeta Ramos

Violeta é uma lutadora, uma sobrevivente, com uma garra invulgar para uma miúda da sua idade. Tem uma voz harmoniosa e única. Na escola D. Sebastião faz amigos e dá nas vistas sempre que canta nos corredores, ou no pátio. No entanto, todos começam a estranhar quando percebem que Violeta não faz parte de nenhuma das turmas. A sua melhor amiga vai ser Marta. A directora Linda vai querer expulsá-la da escola, mas algo muito forte irá impedi-la de o fazer.


 

Sandra Chung

Sandra frequenta o 10º ano, é filha de emigrantes chineses que emigraram para Portugal quando esta tinha apenas dois anos. Fala fluentemente Português e Mandarim. Os pais têm uma "loja dos chineses", onde Sandra trabalha, quando não está nas aulas. Os seus pais são apegados às tradições chinesas e incutem na filha o respeito por elas. Isso trar-lhe-á problemas quando Sandra se apaixonar por Javi, um rapaz que não é chinês. Sandra é sonhadora e lutadora, mas também cumpridora das tradições e muito apegada à família. Sonha ser cantora e mesclar estilos de música oriental e ocidental. Não vai desistir de lutar pelos seus sonhos e felicidade, mas vai tentar fazê-lo sem ofender ou magoar os pais e a cultura da comunidade chinesa.


 

Alberto Kingson (Beto)

Beto frequenta o 7º ano. É filho de dois embaixadores do Zana que sempre estimularam a sua educação e o interesse pela cultura em geral e pelas artes em particular. Veste-se de forma conservadora e sóbria, com roupas clássicas e de boa marca. Dada a profissão dos pais, já viajou bastante e é muito culto. Gosta de ler e estar atento à actualidade, tanto do seu país de origem, quanto do de acolhimento, onde vive há bastantes anos. Tem dupla nacionalidade. Não vai compreender, num primeiro momento, a fixação que Chico nutrirá por si só pelo facto de ser negro, mas nunca se irá afastar dele por isso. Acabará por ser o equilíbrio e maturidade ainda não alcançados por Chico que será o seu melhor amigo, tal como utrirá por si só pelo facto de ser negro, mas nunca se irá afastar dele por isso. Acabará por ser o equilíbrio e maturidade ainda não alcançados por Chico que será o seu melhor amigo, tal como Sara.


 

Francisco Nogueira (Chico)

Chico frequenta o 7º ano. Apesar de não frequentar as aulas artísticas, canta Rap e dança kizomba. Vive com os pais no Bairro do Alecrim, referência para as muitas histórias que contará. Gosta de dar nas vistas e por onde passa consegue sempre chamar a atenção. É extrovertido, descontraído e tem muita piada. A maior parte dos seus amigos do bairro são africanos e é assim que Chico gosta de se ver a si próprio: um verdadeiro nigga! Veste-se como os outros dreads do bairro: roupas largas, usa boné de lado e imitações de jóias. Gosta de fazer referência às suas falsas origens africanas e acaba por ser gozado, visto que de africano, ele não tem mesmo nada. É por isso que vai ver em Beto uma verdadeira alma gémea e nunca se cansará de lembrar o quanto este é sortudo por ser africano.


 

Sara Capelo

Sara frequenta o 7º Ano e acha-se uma miúda invencível e com super poderes. Assim, não recusa nenhum desafio, especialmente se envolver riscos físicos. Ela não tem medo de nada nem de ninguém. A irmã, Anabela, preocupada com o seu comportamento, vive atrás dela, para tentar evitar que se magoe. No entanto Sara não gosta de ser vigiada. Apesar de só ainda andar no 7º ano, Sara não vai resistir a espreitar às escondias as aulas das disciplinas artísticas dos anos mais avançados. Os seus melhores amigos serão Chico e Beto, que vão ficar siderados quando descobrirem o segredo que Sara esconde.



 

Gil Paiva

Gil frequenta o 11ºano. Quando vem para Lisboa para a D. Sebastião, fica instalado em casa da sua prima Papoila e dorme no quarto de Javi. À primeira vista, Gil é tímido, inseguro, encantador e afável. Toda a gente o adora. As raparigas, nomeadamente as mais novas, adoram-no ao primeiro olhar. Mas todas essas aparências são falsas. Gil é, na verdade, egocêntrico, convencido e ambicioso, ao ponto de estar disposto a fazer o que for preciso para singrar e ser famoso. Não tem pudor nenhum em prejudicar os outros para se fazer valer. Gosta de ter todas as atenções centradas em si e está sempre acompanhado da sua guitarra. A sua maior fã será Linda, absolutamente encantada com a sua voz.


 

Diogo Santana

Diogo frequenta o 10º ano. É um rapaz tímido, calmo, introvertido, solitário e extremamente sensível. Tem um talento nato para a dança e também sabe pintar. A única pessoa verdadeiramente presente na sua vida é a sua tia Fernanda, a quem trata como se fosse a sua verdadeira mãe, apesar de não se sentir tratado como um filho. É que Fernanda sempre o culpou pela morte da sua irmã, Ana.A melhor amiga de Diogo vai ser Sandra, com quem se identificará bastante, visto esta também ter uma relação complicada com os pais.Um dos objectivos de Diogo vai ser lutar para que a tia deixe de o culpar pela morte da mãe e o aceite finalmente como algo de bom na sua vida. O outro objectivo é dedicar-se plenamente à dança e provar que é o seu grande talento.


 

Javi Bachchan

Javi é um jovem indiano. Vem do Porto, onde ficaram os seus pais e as duas irmãs, para frequentar o 11º ano da D. Sebastião. Em Lisboa, instala-se em casa de Papoila. É um rapaz multifacetado, representa, canta e dança, e sonha ser um dia actor e cantor, especialmente de Bollywood. Javi irá apaixonar-se por Sandra e os dois viverão um amor proibido, escondido das suas famílias, que nunca o aceitariam ou compreenderiam.


 

Fernanda Santana

Fernanda é designer e dona da Loja de T-shirts da Rua das Artes. É uma mulher independente e trabalhadora, habituada a ser bem sucedida na vida. No entanto, Fernanda sofreu um grande desgosto, a morte da sua irmã gémea, devido a complicações no parto de Diogo. Fernanda e Ana não só eram gémeas, como as melhores amigas e cúmplices. Por isso, Fernanda não consegue evitar tratar Diogo com frieza. Culpa-o indirectamente pelo que aconteceu a Ana e mantém com ele uma relação de amor-ódio. Prometeu à irmã cuidar de Diogo e é por isso que é a sua encarregada de educação mas, se pudesse, preferia não ter que conviver com o sobrinho. É muito criativa e faz frases personalizadas e estilizadas.


 

Inês Pereira

Inês frequenta o 12º ano da D. Sebastião e vai tornar-se a melhor amiga de Marta. O seu pai, Paulo, casou recentemente com Carolina, mãe de Pedro. Órfã de mãe desde muito pequena, é muito apegada ao pai. Inicialmente, quando for viver com a madrasta e com Pedro, estará em permanente conflito com este. Cantar e representar são as suas paixões. Desde criança que Inês faz pequenas encenações para a família e que faz parte de grupos de teatro e de coros. A D. Sebastião, para ela, é o primeiro passo da sua carreira. É ambiciosa e determinada, trabalhadora e uma excelente aluna.


 

Paulo Pereira

Paulo é contabilista, tem a sua própria empresa de contabilidade e trabalha muito em casa. É pai de Inês e viúvo, pois a mãe desta morreu era Inês ainda muito nova. Como cuidou da filha sozinho desde que ela era pequena, tem uma relação muito próxima e cúmplice com ela, que é a pessoa mais importante na vida dele. Casou recentemente com Carolina e é, a partir de então, padrasto de Pedro. Paulo e Carolina estão muito apaixonados e vivem numa autêntica lua-de-mel. Preza, acima de tudo, a harmonia familiar, que vai ser posta à prova por causa da complicada relação que Inês terá com Pedro.


 

 

Pedro Vila Matos

Pedro frequenta o 12º ano na D. Sebastião. É o melhor amigo de Lourenço. Os dois conheceram-se quando, ainda criança, Pedro entrou na equipa de futebol de juniores do Futebol Clube União, onde Lourenço já jogava, e desde então que são inseparáveis. É filho de Carolina Vila que, divorciada do pai de Pedro, se casou recentemente com Paulo, que tem uma filha da sua idade, Inês. Mas os dois dão-se muito mal, o que provocará dissabores e preocupações à mãe de Pedro e ao pai de Inês, que só desejariam que os dois se dessem bem. O pai de Pedro vive na Argentina, o seu país de origem, mas, apesar disso, pai e filho são muito unidos e Pedro visita o pai sempre que pode. Pedro é um rapaz enérgico, descontraído, divertido e bom amigo. É bom aluno nas disciplinas de ciências exactas, em particular a matemática. Como Pedro ainda não sente nenhuma vocação em special, inscreve-se na mesma escola para onde vai o melhor amigo, Lourenço, e também a rapariga que conheceu no Peoplesbook, Rosana.


 

Andreia Cortês

Andreia frequenta o 12º ano. É irmã mais nova de Marta e Cláudia; filha de Lucas e Amélia. Adora dançar, acha-se uma excelente bailarina, e na verdade dança bastante bem. Mas apesar destas qualidades, nunca conseguiu digerir a divisão de atenções que sempre viveu na sua casa e tem um ódio íntimo pela irmã Marta, que é quase um ano mais velha. Acha que sempre viveu na sombra desta, usando as roupas e os brinquedos que dela sobravam, e sente que nunca conquistou o verdadeiro lugar de benjamim da família. Apraz-lhe saber que, apesar de mais nova, andou sempre no mesmo ano da irmã, acha-se por isso mais esperta e acusa a irmã de não suportar tal facto. Inscreveu-se na D. Sebastião e, como a irmã fez o mesmo, Andreia decidiu não lhe facilitar a vida. Vai dedicar-se de corpo e alma e não aceita ser considerada menos do que a melhor bailarina da escola. Porém, nas restantes áreas, vai deparar-se com algumas dificuldades. É muito ambiciosa e algo insegura. Procura constantemente aprovação externa e é pouco discreta nos seus ódios.


 

Carolina Vila Matos Pereira

Carolina trabalha num banco, como gestora de conta. É mãe de Pedro e está divorciada do pai dele, que vive no estrangeiro, mas mantêm uma relação cordial. Casou recentemente, em segundas núpcias, com Paulo, o pai de Inês e vivem os quatro na mesma casa. Foi mãe muito nova e é hoje uma mulher interessante e que gosta de se cuidar. Pratica desporto regularmente. É adepta fanática do clube desportivo onde o filho joga futebol e não perde um jogo. É uma mãe muito presente, com uma forte relação com o filho. Com Paulo, vive ainda uma lua-de-mel.


 

Cláudia Cortês

Cláudia é jornalista desportiva. É a filha mais velha de Lucas e Amélia, irmã de Marta e Andreia. Ao contrário das irmãs, não tem nenhum talento artístico e tirou o curso de Comunicação Social. É muito afável e de trato fácil. Simpática e descontraída, é muito interessante e capta a atenção dos homens. Os seus pais, reformados recentes, irão fazer uma grande viagem, razão pela qual Cláudia irá assumir a responsabilidade de tomar conta das irmãs mais novas. Será mediadora dos seus conflitos mas irá, em muitos momentos, lembrá-las de que não é sua mãe. O seu maior desafio será conseguir subir na carreira, medindo aquilo que é realmente importante e o que é acessório, e gerir os conflitos familiares com que se vai deparar ao ter duas adolescentes a seu cargo.


 

Lucas Cortês

Trabalhou toda a vida como agente de seguros e reformou-se recentemente. Encara esta nova fase da sua vida como um merecido descanso, principalmente porque terá ao seu lado a companheira de uma vida: Amélia. É pai de Cláudia, Marta e Andreia fruto do seu longo e feliz casamento. É muito dinâmico, apesar da idade e gosta muito de viajar. É um pai preocupado e tenta ser um bom exemplo para as filhas. Tem um bom casamento e será o braço direito de Amélia, que viverá momentos de carência afectiva por estar longe das filhas. Mais forte que a mulher, conseguirá lidar melhor com a distância das filhas mas não é por isso que deixa de fazer questão de estar o mais presente possível.


 

Amélia Cortês

Tendo trabalhado até há pouco tempo na banca, Amélia está agora reformada. É mãe de Cláudia, Marta e Andreia e vive um casamento harmonioso com Lucas. É muito animada, extrovertida e engraçada. Boa mãe, tentou criar as filhas à imagem do seu casamento: com base na comunicação. Vai partir em viagem com o marido, deixando as filhas entregues a si próprias. Mas pretende estar constantemente atenta, pois não quer arrepender-se desta decisão. O marido, Lucas, será muito importante para que Amélia fique tranquila e consiga desfrutar da oportunidade que tem: conhecer o mundo com a sua cara-metade.Ainda assim, Amélia manterá o contacto constante com as filhas e fará questão de regressar a casa: o seu lar é onde se encontra toda a sua família.


 

Jacinta Romão

Jacinta é técnica executiva de operações de limpeza e reciclagem, com formação em manipulação gastronómica. É simplesmente a empregada doméstica de casa de Carneiro Seixas, mas prefere dizer que é técnica. Tem um corpo escultural e faz o culto da imagem. Sempre maquilhada e com uniformes reduzidos. Prestável e dedicada, não deixa que falte nada a Carneiro Seixas e Lourenço. Tem uma profunda admiração por Carneiro Seixas, vendo-o quase como uma figura paternal, e gosta muito de Lourenço. Tem em Joana uma referência e, quando ela vai lá a casa, tenta captar-lhe os gestos, a maneira de falar e de vestir, para ser como ela. Joana é para Jacinta um exemplo a seguir.


 

José João Carneiro Seixas

É dirigente desportivo de um vigoroso clube chamado Futebol Clube União e pai de Lourenço. É muito carismático e tem muitos fãs nas camadas jovens. Costumam pedir-lhe autógrafos e ele dá-os de bom grado, sempre bem-disposto. O bom humor é uma das suas características principais. É um excelente profissional e faz tudo para levar o clube desportivo ao topo das tabelas classificativas. Apesar de o clube ser de dimensão média, tem ganho algumas taças em jogos com arbitragem duvidosa e, por isso, Carneiro Seixas está a ser alvo de um processo, acusado de corrupção desportiva, mas como tem muito jogo de cintura, leva a situação de ânimo leve. Para além de profissional feroz, é um pai extremoso e gosta de agradar o filho, nem que para isso tenha de usar as suas influências. Sabe que Lourenço não gosta mas ele, como pai, sente que tem o dever de fazer tudo pelo filho, mesmo o que seja menos lícito.

 


 

Joana Melo

Joana é empresária do ramo da moda, mãe de Lourenço e ex-mulher de Carneiro Seixas. É muito activa e passa a maior parte do tempo a viajar pelas principais capitais europeias, em nome da moda. Tem excelentes relações com vários estilistas nacionais e internacionais e as suas lojas de roupa são uma referência no mundo da moda. O ritmo profissional obriga-a a passar muito tempo fora e são poucas as vezes que Joana se encontra com Lourenço. Mas quando está por perto dá toda a atenção ao filho e é a sua maior fã. Apoia-o nas escolhas e faz de mediadora nos conflitos com Carneiro Seixas com quem, apesar do divórcio, mantém uma boa relação. Fonte:

 

Site Oficial Morangos com Açúcar

publicado por me às 23:25
21
Set 10

 

MCA 8

David Antunes, o filho do meio do cantor Tony Carreira, estreia-se na representação ao lado de Gabriela Barros. Os dois jovens são os protagonistas da oitava série “Morangos com Açúcar”, que a TVI começou a transmitir ontem.

“O Lourenço é um rapaz engatatão, malandro e safado. É futebolista e vai apaixonar-se por uma menina muito difícil, que é a Marta”, contou David Antunes sobre o seu papel. O filho de Tony Carreira está a adorar esta experiência e já pensa fazer carreira no mundo da representação.

O filho de Tony Carreira sente-se bem numa equipa que considera “espectacular”. “Isto é uma família. Trabalhamos todos para o mesmo e fico muito feliz por estar a trabalhar com eles”, contou David.

O novo casal-sensação de “Morangos com Açúcar” sentiu uma empatia imediata. “A Gabriela é linda e simpática e ajuda-me muito”, afirmou David acerca da colega. Já Gabriela destaca o facto de David ser “muito humilde, trabalhador e muito focado”.

Gabriela Barros interpreta o papel de Marta e vai viver um grande amor com Lourenço (David Antunes). Gabriela Barros veio da Bélgica há cerca de quatro anos para estudar. Frequentou o Conservatório de teatro e agora, com 22 anos, agarrou este desafio.

Mafalda Vilhena não teme o canto e a dança. “Como actores, somos treinados para isso. No Conservatório é obrigatório ter aulas de canto e dança e depois temos workshops, e vamos aprendendo”, explicou. A actriz desempenha o papel de Alexandra, a professora de teatro.

Nuno Pardal não é novo nesta equipa. O actor participou na quinta série de “Morangos com Açúcar” e agora está de regresso com uma nova personagem. Ele vive o papel de Luís, que trabalha na loja de conveniência da Rua das Artes. Mas não esperem que Nuno cante e dance: “Isso é só no duche”, diz ele.

Luís Mascarenhas interpreta o papel de Lucas, pai de Cláudia, Marta e Andreia. Apesar de ser um actor veterano, Luís explicou que a aprendizagem entre o elenco novo e os mais velhos “é mútua”.

Sandra Santos é Cláudia, uma jornalista desportiva que vive com as duas manas adolescentes. “Ela medeia o conflito que existe entre as duas irmãs”, contou. Cláudia vai ainda descobrir alguns factos pouco abonatórios sobre o pai de Lourenço, o rapaz por quem a irmã Marta vai acabar por se apaixonar.

Marina Albuquerque interpreta a personagem Joana, mãe do protagonista. “Gosto imenso da personagem. É uma mulher viajada, com bom gosto, chique e cheia de lojas de roupa”, revelou. Ao contrário do ex-marido, Carneiro Seixas, Joana apoia a decisão do filho quando este quer ser bailarino.

Na apresentação à Imprensa, os actores foram entrando em cena agrupados nos diferentes núcleos da novela, todos a cantar e a dançar no cenário da Rua das Artes.

Os novos vilões de “Morangos com Açúcar”: Maria de Sousa é Patrícia, Diogo Branco desempenha o papel de Gil e Joana Câncio interpreta a mentirosa Rosana.

MCA 8



Não existiriam “Morangos com Açúcar” sem grandes histórias de amor. Na foto, Lourenço e Marta mostram que vão ser o casal-sensação da próxima série. David Antunes explicou que é mais difícil dançar do que beijar em televisão..

Depois de ter ficado pelo caminho na fase dos castings da terceira edição de “Ídolos”, Irma Ribeiro não desistiu do seu sonho de participar em musicais. A jovem integra agora o elenco de “Morangos com Açúcar” no papel de Violeta, uma jovem órfã que vive na rua. “Estou a sentir o começo do meu sonho a ser realizado”, confessou.

Joana Câncio desempenha o papel de Rosana, uma jovem que passa a vida a mentir com o intuito de impressionar os colegas. O canto, para a actriz, não é difícil, já que, quando era pequena, participou em alguns Festivais da Canção. “É uma oportunidade de uma vida conseguir agarrar um projecto onde posso cantar, dançar e representar”, afirmou.

Além de ser o responsável pelas coreografias da novela, Vítor Fonseca continua a ser o professor de dança na escola de artes performativas D. Sebastião.

Depois de interpretar a sofrida Thai na novela “Sentimentos”, Jani Zhao sente-se feliz por ter “um trabalho completamente oposto do último” numa “série juvenil, que é mais alegre e mais leve”. Dançar não é um problema para a actriz, pois explicou que dança desde pequena. Quando ao canto, Jani confessa que esse é o ponto “mais trabalhado” e com o qual tem de ter “mais cuidado”.

Maria de Sousa, natural de Espinho, mudou-se de armas e bagagens para Lisboa ao ser integrada no novo elenco de “Morangos com Açúcar”. Desempenha o papel de Andreia, irmã da protagonista. A jovem meteu no congelador o seu curso em enfermagem para poder aproveitar esta oportunidade.

Sofia Baltar, de 22 anos, já tem experiência de teatro, mas em televisão é a primeira vez que representa. A actriz interpreta o papel de Inês. O pai da aluna, Paulo (Paulo Pinto), casou com Carolina (Vera Alves), mãe de Pedro (Ricardo Duarte). Inicialmente, quando for viver com a madrasta e com Pedro, Inês estará em permanente conflito com este. Torna-se na melhor amiga de Marta.

Ricardo Duarte desempenha o papel de Pedro, melhor amigo de Lourenço (David Antunes) e filho de Carolina (Vera Alves). Como Pedro ainda não sente nenhuma vocação em especial, inscreve-se na escola de artes performativas para onde vai o melhor amigo.

 

 

Fonte Fama/Sapo, Fotos: Gonçalo Português/SapoFama

publicado por me às 19:05
18
Set 10

David Carreira, filho do cantor Tony Carreira, é a grande novidade da oitava série de "Morangos com Açúcar", que estreia na segunda-feira na TVI. A nova temporada mantém o modelo de escola de talentos, mas traz temas como as relações interculturais e o futebol.

 

 

David Carreira e Gabriela Barros

Aos 19 anos, o filho do cantor romântico veste a pele de Lourenço, um rapaz que sonha em ser bailarino de hip-hop mas continua a ser o ponta de lança da equipa de futebol de juniores do clube do pai (João Lagarto), só para lhe fazer a vontade.

 

David Carreira, que passou pelos escalões jovens de clubes como o Sporting e o Atlético, não estranha o papel de craque da bola. "Finalmente! Eu estava ansioso para que houvesse futebol nos "Morangos"", diz o jovem actor, que foi fã das primeiras temporadas da série.

O par romântico de David Carreira é Gabriela Barros, 22 anos, que interpreta Marta Cortês, uma rapariga dedicada e bem formada, mas em permanente competição com a irmã.

Nascida e criada na Bélgica, a jovem vocalista do grupo "Seda", que cumpre a sua primeira participação de longa duração numa produção televisiva, não poupa elogios a David Carreira. "É muito bom colega, muito humilde, bom trabalhador", destaca Gabriela Barros.

Apesar de apostar mais uma vez na escola de talentos D. Sebastião - a fórmula "ainda tem muito para dar", garante o director de programas da TVI, André Cerqueira -, a nova época de "Morangos com Açúcar" explora novos temas.

 

Relações entre culturas

Além dos meandros do mundo do futebol, incluindo a corrupção e os jogos de poder, a série da TVI aborda as relações entre diferentes culturas.

Na turma dos mais novos, há um miúdo branco viciado em rap e kizomba, Chico, que elege como seu melhor amigo Beto, apenas por este ser negro. Chico nunca se cansará de lembrar o amigo o quanto é sortudo por ser africano.

Já entre os mais velhos destaca-se a paixão entre a chinesa Sandra Chung e o indiano Javi Bachchan, um rapaz multifacetado que sonha em ser artista de Bollywood.

Os dois jovens vão viver um amor proibido pelas suas famílias, que são extremamente apegadas às respectivas tradições.

Sandra Chung é interpretada por Jani Zhao, 17 anos, que participou na novela "Sentimentos" e nas séries juvenis "Rebelde Way" e "Floribella".

A actriz, de origens asiáticas, considera que "chegou o momento" de falar de relações interculturais. "As pessoas vêem que os chineses têm as lojas e os indianos vendem flores, mas há culturas muito vincadas por trás e é importante falar delas", atesta Jani Zhao.

O seu par na série, o estreante Tarik Chand, 22 anos, descendente de mãe indiana, também considera "super importante falar das diferentes culturas". "Há muita falta de informação em relação às culturas e aos costumes e tudo o que é estranho ao ser humano, assusta", diz o jovem de Almada.

 

Fonte Jornal de Notícias, Foto João Girão/Global Imagens

publicado por me às 17:41
17
Set 10



A música volta a marcar presença forte em ‘Morangos com Açúcar’, cuja oitava temporada arranca já segunda-feira, dia 20, na TVI. Os cerca de 30 mil bilhetes vendidos cada vez que o elenco da novela juvenil sobe aos palcos para dar um concerto justificam a aposta da estação de Queluz de Baixo. “‘Morangos com Açúcar’ é uma marca da TVI e será difícil superar os resultados das séries anteriores. Mas vamos conseguir”, garante à Correio TV André Cerqueira, director de Programas da estação de Queluz de Baixo.


O êxito e a rentabilidade desta oitava temporada parecem igualmente garantidos, em grande parte, graças a um novo trunfo: David Carreira. O filho mais novo de Tony Carreira estreia-se como actor nesta produção, ao mesmo tempo que prova que partilha o talento do pai e do irmão, Mickael, no que diz respeito à música. “Ele demonstrou um grande talento, tanto ao nível da representação como ao nível da voz. É uma aposta muito importante. Tanto ele como o restante elenco”, acrescenta André Cerqueira, que confirma as negociações de comercialização do formato para o estrangeiro, mas sem adiantar pormenores.


Mas não são apenas os espectáculos que esgotam os coliseus de Lisboa e Porto que reflectem o impacto que a novela tem no público mais jovem. No primeiro semestre do ano, a Media Capital (dona da TVI) obteve receitas no valor de 2,7 milhões de euros com a venda de CD. Entre os mais vendidos destaca-se ‘Escola de Talentos – Morangos com Açúcar’.

A nova temporada de ‘Morangos com Açúcar Agarra o Teu Futuro’ tem como protagonista Lourenço Carneiro Seixas (David Carreira), uma promissora estrela do futebol cujo sonho é, na realidade, ser bailarino. O receio de se lesionar leva-o a abandonar de vez o desporto, mesmo contra a vontade do pai (João Lagarto), dirigente do clube de futebol onde joga. Este não esconde a sua desilusão quando descobre que o filho, à sua revelia, se inscreveu na Escola de Artes S. Sebastião. É este o principal cenário da novela juvenil. E é aqui que Lourenço tem oportunidade de se aproximar de Marta (Gabriela Barros), uma das melhores alunas do estabelecimento. Apaixonada por dança e dotada de uma voz invejável, acredita no amor verdadeiro, mas tem medo que os seus sentimentos por Lourenço prejudiquem o seu percurso. Ainda assim, os dois vão interpretar muitos duetos românticos.
Quem não aprova esta relação é Rosana (Joana Câncio), a principal vilã da novela. Bonita, mas fútil, ela passa a vida a mentir para impressionar os colegas e utiliza o Peoplesbook (versão fictícia da rede social Facebook) para torná-las mais credíveis. É assim que conhece Pedro (Ricardo Duarte), o melhor amigo de Lourenço. As suas mentiras deixaram-no obcecado por ela, até descobrir que, afinal, não passa de uma rapariga egoísta e mal formada. O principal objectivo de Rosana é seduzir Lourenço, o que a torna na principal rival de Marta.

À semelhança das edições anteriores, ‘Morangos com Açúcar VIII’ também vai ter temas polémicos, como o consumo de drogas, o alcoolismo e a homossexualidade. “Como sempre, esses temas vão ser abordados. Não censuramos nada, ao contrário do que podem julgar”, afirma André Cerqueira referindo-se à cena do beijo entre duas personagens do mesmo sexo em ‘Morangos com Açúcar VII – Vive o Teu Verão’ que, supostamente, teria sido cortada pela própria TVI. “Como é possível isso acontecer se somos nós [Casa da Criação/Plural] que escrevemos os textos?” Além dos novos rostos, a nova série conta ainda com desempenhos de actores bem conhecidos como Filomena Gonçalves, Vera Alves, Luís Mascarenhas, Mafalda Vilhena, Paulo Pinto e Vítor Fonseca, dos D’ZRT.

O arrogante e a invejosa - os "Maus" vão ser o Gil e a Maria Sousa
As personagens Gil Paiva (Diogo Branco) e Maria Sousa (Andreia Cortês) não vão gerar simpatia nos telespectadores. À primeira vista, Gil é tímido e encantador. Nada podia estar mais longe da verdade. Apesar das aparências e de todas as raparigas o adorarem, ele é, na verdade, egocêntrico, convencido e ambicioso ao ponto de fazer qualquer coisa para alcançar a fama. Maria, por sua vez, é irmã de Marta, uma das protagonistas, por quem sente ódio e inveja. A frequentarem a mesma escola, Maria decide fazer--lhe a vida negra, procurando constante aprovação.

Paixão proibida entre Javi e Sandra
Javi (Tarik Chand), um jovem indiano, e Sandra (Jani Zhao), filha de emigrantes chineses, sonham com um lugar sob as luzes da ribalta. Ele quer ser uma estrela de Bollywood. Ela é aspirante a cantora e sonha poder misturar estilos de música oriental e ocidental. A amizade entre eles rapidamente se transforma em amor. Contudo, a relação não é aceite pelas respectivas famílias, que jamais seriam capazes de compreender este amor entre culturas diferentes.


Fonte Correio da Manhã

publicado por me às 08:46
16
Set 10

Última Hora: A Série 8 dos Morangos com Açúcar já tem nome

 

Agarra o Teu Futuro Estreia segunda-feira às 18h na TVI

 

Morangos com Açúcar Agarra o Teu Futuro

 

 

Morangos com Açúcar Agarra o Teu Futuro

David Carreira e Gabriela Barros serão os protagonistas

publicado por me às 12:27
16
Set 10

Morangos com Açúcar 8

Clica nas imagens para aumentar

Morangos com Açúcar 8Morangos com Açúcar 8

 

Fotos HQ da Gala Somos Portugal da TVI realizada no Coliseu dos Recreios em Lisboa dia 15 de Setembro.

Fotos dos Morangos com Açúcar 8 e do 1º beijo do Lourenço e Gabriela,
os protagonistas dos MCA8 David Carreira e Gabriela Barros.

Fotos oficiais da TVI e sem marca de outros sites.

publicado por me às 11:06
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
arquivos
subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
gostava que o lourenço(david carreira) e ma...
Gosto muito dos mca
Eu quero mesmo conhecer a Marta a Inês o Pedro e o...
O meu sonho sempre foi poder conhecer a Marta, a I...
Adorei a vossa entrevista catia e mafalda sao as m...
Adoro os mca8 e adoro todas as personagens dos mor...
Acho que o blog esta optimo, e explicanos muito so...
oi eu sou fã dos mca vejo desde a 1ª série e o ke ...
Adoro os mca8 a marta e o lourenco e o pedro e a i...
Adoro os mca8 a marta e o lourenco e o pedro e a i...