MCA8 - Série Morangos com Açúcar 8
Morangos com Açúcar 8 - Série MCA8 Agarra o Teu Futuro
02
Out 10

Marta e Lourenço

João Lagarto, na pele do corrupto Carneiro Seixas, tenta convencer a família de que o melhor para Lourenço é casar e constituir família com Marta

Daqui a algum tempo, quando o namoro de Lourenço com Marta for uma realidade, os pais de Lourenço vão querer conhecer a namorada do filho.

 

Eles vão estar ansiosos por conhecer Marta, a namorado do filho. Lourenço convidou-a para jantar em sua casa, mas nenhum deles estava a contar com as presenças de Rosana e Andreia. As duas amigas aparecem de surpresa como o objectivo de arruinarem a festa.

Feitas as apresentações, Joana elogia a beleza de Marta e fica a simpatizar muito com ela. Já o presidente da União tem outras preocupações em mente. Carneiro Seixas não concorda com o namoro de Lourenço e Marta e só vê uma solução : oficializar a relação e marcar a data do casamento. Esta idea cai que nem uma bomba, antes do jantar. Os dois jovens ficam chocados e Joana nem quer acreditar no que o ex-marido está a tentar fazer ao filho. Carneiro Seixas procura justificar-se, alegando que, como acontece com a maioria dos futebolistas, Lourenço tem de se casar cedo e construir uma família.

O presidente da União sonha ter muitos netos e dispõe-se até oferecer um apartamento ao casal. Lourenço e Marta ficam sem saber o que dizer e Rosana decide abandonar a festa mais cedo, pois não gosta do rumo da conversa.

 

 

Marta e Lourenço
publicado por me às 17:12
02
Out 10

Uma tem 20 e a outra 15 anos, mas não é a diferença de idades que faz com que as irmãs não partilhem os mesmos objectivos de vida.

Mafalda Tavares


Como está a ser esta experiência em Morangos com Açúcar - Agarra o Teu Futuro?
Mafalda Tavares - Está a ser fantástica. Não há palavras, uma experiência completamente diferente.

Já tinha feito alguma coisa na área da representação?
Mafalda Tavares - Já tinha feito teatro com o Filipe La Féria. Televisão é muito diferente. Perguntam-me muitas vezes o que é que eu prefiro e eu digo que não sei. Ainda não dá para definir, mas estou apaixonada. Gosto muito deste mundo.

Revê-se na personagem que interpreta na série juvenil da TVI?
Mafalda Tavares - A Patrícia Silveira vem do circo e, acima de tudo, é muito feliz. Identifico-me com ela no lado feliz da vida. Saí do Chapitô, onde também estudei arte circense e, agora, vim para os Morangos.

Como foi a mudança de Amarante para Lisboa?
Mafalda Tavares - Essa mudança já foi o ano passado, quando vim para o Chapitô e para participar em A Gaiola das Loucas. Nessa altura, surgiu a oportunidade de fazer o workshop da Plural. Fiz, fiquei e estou aqui… Vim ter com a mana (risos). Está a ser giríssimo. Nunca tínhamos contracenado. Damos-nos muito bem dentro e fora do plateau. E é giro, porque não podemos mostrar que somos irmãs na vida real.

Como é que a mana se está a portar?
Cátia Tavares - Muito bem! Está a ser um orgulho, mais uma vez, porque sempre fomos as maiores críticas uma da outra. Se os meus país forem ver uma estreia minha, fico calmíssima, mas se sei que a Mafalda está na plateia o caso muda de figura. Fico muito nervosa. Ela faz críticas construtivas. Agora, estamos a ajudar-nos mutuamente.
Mafalda Tavares - Ainda estou a ambientar-me e como a Cátia está a fazer a série há um ano… ajuda-me muito.
Cátia Tavares - É óptimo podermos estudar as cenas Juntas. em casa. Temos o texto muito bem estudado quando chegamos ao plateau (risos).

Qual foi a reacção da Mafalda quando soube que vinha para os Morangos Com Açúcar - Agarra o Teu Futuro?
Mafalda Tavares - Pensei: “Vou trabalhar com a minha irmã”, que para mim é muito especial.

Cátia Tavares

Cátia Tavares - Na verdade, já dividimos o mesmo papel, mas sem contracenarmos. Nunca tivemos um desafio tão grande como este, que é não sermos irmãs e termos de partilhar o mesmo espaço. Está a ser maravilhoso. Nunca pensei que me pudesse dar tanto prazer representar com uma pessoa tão importante e especial, como ela. Somos as melhores amigas e sabemos, sem dúvida, tudo uma da outra.

E como é para os vossos pais terem duas filhas que são hoje em dia “moranguitas”?
Cátia Tavares - É graças a eles que nós estamos aqui. Cada degrauzinho que subimos é graças aos nossos pais. Eles dão-nos todo o apoio. A nossa mãe mudou-se para Lisboa e alterou toda a sua vida para poder acompanhar a Mafalda. Ela precisa de um acompanhamento diferente, por ser mais nova. O nosso pai vem cá sempre que pode. Se não fosse a nossa estrutura familiar, isto não era possível. Se não tivéssemos o apoio daqueles que gostamos, não estaríamos tão felizes e a aproveitar as coisas da maneira que estamos.

Mafalda, onde é que ficou a escola no meio deste grande desafio, com gravações constantes?
Mafalda Tavares - Acabei o 10.° ano e agora congelei a matrícula, para poder dar-lhe seguimento no próximo ano lectivo. Prefiro aproveitar este momento e viver agora tudo isto e, depois, quando acabar, regressar à escola, porque também sei que é importante. Podia fazer as duas coisas mal, mas assim faço urna bem e depois a outra mais tarde, também bem. Sempre com o apoio dos pais…

Prefiro aproveitar este momento e viver agora tudo isto e, depois, quando acabar, regressar à escola, porque também sei que é importante. Podia fazer as duas coisas mal, mas assim faço urna bem e depois a outra mais tarde, também bem. Sempre com o apoio dos pais…
Cátia Tavares - Com o apoio e com a consciência de que eles nos estão sempre a apoiar. Não nos deixam tirar os pés da terra. Temos sempre ali duas pessoas que nos aconselham. Temos de agradecer pela educação que nos dão. São os nossos ídolos!

E tencionam estudar algum dia fora do País, algo que está na moda entre alguns actores nacionais?
Mafalda Tavares - Eu tenho medo de ir sozinha (risos). Ainda havemos de ir as duas. Quero ser como a minha irmã. Mesmo quando era pequenina, dizia que queria ser assim, como ela é.
Cátia Tavares - Mas hoje ela é mil vezes melhor do que eu era…
Mafalda Tavares - Nada disso. Até parece. Há, sem dúvida, o sonho de estudarmos teatro musical. O palco para nós é inexplicável. Eu não me sinto quando É estou num palco.

Revista TV 7 Dias

publicado por me às 16:40
02
Out 10

Fernando Sobral
Opinião de Fernando Sobral: "Morangos com Açúcar fazem os jovens sonhar"

 

O tema não se esgota porque a juventude é eterna. ‘Morangos com Açúcar’ está de volta e promete não sair tão cedo de cena. É uma fórmula que conquista os adolescentes e, ao mesmo tempo, é uma escola de actores

Qual é o segredo da longevidade de ‘Morangos com Açúcar'? O mistério é capaz de ser muito simples: perceber, a cada momento, as mudanças de comportamento dos jovens portugueses e tentá-los com novas modas como se realidade e ficção vivessem na mesma casa.

A fórmula tem sido, ao longo dos anos, um verdadeiro sucesso e é difícil acreditar que o filão se esgote tão depressa. Quem tem a ganhar com isto é a TVI, que tem nesta novela uma verdadeira escola de actores de onde os mais capazes são promovidos ao escalão principal. É certo que ‘Morangos com Açúcar' mudou com o tempo. No início era uma novela mais radical, que tocava temas que mereciam reflexão. Hoje é mais ligeira.

A fragilidade da juventude (onde tudo é fácil, bonito e alegre - exceptuando os dilemas amorosos) tem aqui um retrato que acaba por ser o espelho do discurso dos jovens de hoje. É talvez por isso que os mais velhos têm dificuldade em perceber o encanto frágil de ‘Morangos com Açúcar'. Os jovens dizem frases banais, contentam-se com a beleza dos corpos, com os ciúmes, as paixões e as traições que criam dramas enormes para quem sente que o futuro é hoje.

‘Morangos com Açúcar' consegue fazer com os mais jovens aquilo que outrora as novelas da noite faziam com os espectadores mais velhos: fazem-nos sonhar. Todos sentem que a vida também pode ser assim, feita de coisas que parecem vazias de sentido e de conteúdo. ‘Morangos com Açúcar' é hoje um longo videoclipe feito de emoções fáceis e de beleza. E isso hipnotiza os nossos jovens. Fala a sua linguagem. Reflecte os seus sonhos. E, claro, influencia-os nas suas decisões diárias. Muita da moda que vemos nos adolescentes de hoje está ali retratada. Não é por acaso que ‘Morangos com Açúcar' se manteve à tona de água durante tantos anos e criou tantos actores de televisão. Esse foi indiscutivelmente um dos seus maiores méritos. Ou melhor, continua a sê-lo.

Fonte: Correio da Manhã, opinião Fernando Sobral

 

Fernando Sobral iniciou-se no jornalismo no “DN/Jovem” do Diário de Notícias, tendo trabalhado em outros órgãos de comunicação social, como o Semanário, O Independente e Diário Económico. Foi chefe de redacção do Se7e. É jornalista do Jornal de Negócios e colaborador do Correio da Manhã e da Sábado. É autor dos livros Na Pista da Dança e Torre de Papel e co-autor de Barings, a História do Banco Britâncio que Salvou Portugal.

publicado por me às 09:54
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
subscrever feeds
subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
gostava que o lourenço(david carreira) e ma...
Gosto muito dos mca
Eu quero mesmo conhecer a Marta a Inês o Pedro e o...
O meu sonho sempre foi poder conhecer a Marta, a I...
Adorei a vossa entrevista catia e mafalda sao as m...
Adoro os mca8 e adoro todas as personagens dos mor...
Acho que o blog esta optimo, e explicanos muito so...
oi eu sou fã dos mca vejo desde a 1ª série e o ke ...
Adoro os mca8 a marta e o lourenco e o pedro e a i...
Adoro os mca8 a marta e o lourenco e o pedro e a i...